Translate/Tradutor

20 de agosto de 2012

SÉRIE 10 ARTIGOS > 5° AUTISMO

FOTO DO SITE:



O autismo infantil pertence aos distúrbios globais de desenvolvimento. Manifesta-se através de perturbações em três domínios: social, linguagem e comunicação, pensamento e comportamento.

O desenvolvimento social numa criança é quase zero, porque esta tende a isolar-se. No entanto, quando estimulada, a criança autista pode interagir de forma estranha, fora dos padrões habituais, mas interage.

Lembro quando fazia Faculdade de Letras, nas aulas de Linguística, que nossos professores afirmavam que a comunicação, tanto verbal como não verbal é deficiente e desviada dos padrões habituais em um autista.

Muitas pessoas com autismo não desenvolvem linguagem durante toda a vida, mas outros conseguem com certa limitação se comunicar com outros. Na criança autista são frequentes comportamentos ritualistas e obsessivos, a dependência de rotinas, o atraso intelectual e a ausência de jogo imaginativo são suas características.

Não sou especialista no assunto. Só posto este artigo, porque uma amiga minha recebeu o diagnóstico de autismo em seu filho de quatro anos. É tão duro receber uma notícia dessa. Os pais nunca estão preparados, nossos amigos fingem entender a situação, nossos patrões nem se fala!

Como perceber que nossos filhos podem desenvolver o autismo. Geralmente, aos dois anos é possível um diagnóstico, mas nem sempre os indicadores de que o processo de desenvolvimento ocorre naturalmente é perceptível. Tem quem perceba em crianças antes dos seis meses, mas é raro.

Nós, Pais e o profissionais da Educação, junto aos profissionais da saúde devemos estar alertas em relação ao autismo infantil sempre que determinados comportamentos inadequados na criança ocorram.

Geralmente são os pais que percebem e alertam os pediatras, mas cabe aos profissionais de saúde alertar para o fato das crianças manifestarem um comportamento menos normal que os demais de sua idade.

Professores precisam preparar-se para receber as crianças autistas em sala de aula. Toda turma deve acolher esta criança especial. Se possível, a mesma deve ser acompanhada por uma monitora, que o ajudará nos deveres para que possa acompanhar a turma toda, no seu próprio ritmo sem atrasar-se.

Eis algumas das ações que se percebe numa criança autista:

  • Não estabelecer contato com os olhos;
  • Parecer ser surdo;
  • Age como se não tivesse conhecimento daquilo que acontece com os outros;
  • Torna-se inacessível à comunicação com os outros;
  • Em vez de explorar o seu meio ambiente e as novidades, restringe-se na fixação de objetos;
  • Quando se fixa num objecto não se fixa como um todo mas fixa-se nas suas partes;
  • Apresenta, por vezes, gestos imotivados como o balancear das mãos ou então balancear-se;
  • Cheira ou lambe os brinquedos;
  • Insensível aos ferimentos podendo mesmo autoagredir-se.
Fica a dica de conhecermos melhor sobre o autismo!


Fonte:

www.autismo.com.br/

www.autismoinfantil.com.br

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION, 1980;
Barthélemy et al (2000) - Descrição do Autismo - International Association Autism-Europe
DELONG, BEAU, BROWN, 1981
ORGANIZAÇÀO MUNDIAL; DE SAÚDE, 1993

2 comentários:

  1. PARABÉNS PELA POSTAGEM, MUITO ESCLARECEDORA.
    PARABÉNS!
    ABRAÇOS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amada! Obrigada! Continue orando por nós. Outros artigos já estão prontos. Falta coragem para postar!

      Excluir

Agradecemos o seu comentário. Ele será publicado, após moderação. Lembre-se de que crianças acessam este espaço, então, comente com educação e respeito. Não deixe de nos visitar novamente. Divulgue os textos com os devidos créditos. Se houver alguma foto de sua autoria, nos informe pelo e-mail com link para averiguação. Muitas das fotos aqui expostas foram tiradas das imagens do Google. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge