Translate/Tradutor

9 de novembro de 2012

BEBÊS E CRIANÇAS E OS CUIDADOS COM A BOCA.


Uma das coisas que sempre me preocupa em relação aos meus filhos é a higiene bucal, pois desde pequena sofro com a fragilidade de meus dentes. Minha amada mãe, já com o SENHOR, me entupia de doces e eu amava, claro, mas não havia ninguém que orientasse a escovar os dentes em seguida. Resultado, aos 12 anos, eu já era frequentadora assídua de dentistas e colocava meu primeiro aparelho nos dentes. Tortura total!

Meu objetivo com esta postagem é proporcionar experiências de aprendizagens em relação à higiene bucal e ajudar às mães e educadores a orientarem melhor crianças, para que elas possam aprender a perceber a boca, a língua e, posteriormente, os próprios dentes.

Meu bebê Miguel de um aninho, já usa o Dedal de silicone desde que os primeiros dentinhos apareceram; com Adriel, sete anos, não foi diferente. A diferença é que Miguel eu controlo mais e Adriel está na fase de comer doces e termos que lembrar que precisa escovar os dentes após a "comilança" dos doces ou outros alimentos. Daí, vem a chateação... Crianças não gostam de escovar os dentes após comerem seus doces, pois o gosto sai da boca... É o que diz o meu.

Mesmo assim, eu envio escova de dente, pasta e toalhinhas de mão na lancheira da escola todos os dias e, todos os dias, fico chateada, pois ele não escova e só vem cuidar dos dentes quando chega em casa. Resultado: duas cáries apareceram nos dentes de trás que são mais profundos e "seguram" os alimentos.

Daí vem a segunda maratona: buscar um Odontopediatra. Bem difícil, aliás!

Antes, deixa eu deixar com vocês um dica de como limpar os primeiros dentinhos do bebê e não ser mordido como eu ainda sou mordida pelo meu bebezinho. 

Primeiro: é melhor apoiar a criança nos braços, em cima do trocador e fazer a higiene bucal com gazes molhadas quando não tiver nenhum dentinho (ajuda a língua a não ficar suja e nem grudar restinhos da nata do leite de peito ou do que foi dado na mamadeira. Limpe, suavemente, a gengiva e a língua após as mamadas. 

Com o aparecimento dos primeiros dentes, o uso das gazes deve ser substituído por dedal de silicone com cerdas. É o que eu uso com Miguelzinho.


FOTO do site: farmaciaturcifalense.com 
Molhe o dedal com água e massageie os dentes e gengivas suavemente. Seque a boca do bebê. Enxague o dedal e o seque também.

Semana que vem, eu já irei mudar o dedal de silicone por uma escova de dente apropriada a crianças com seis dentinhos, pois tenho levado algumas dentadas nada vagarosas...

Se a criança fica em creche, o trabalho de higienização continua com o Educador, que fará o procedimento de higiene, conversando com a criança sobre o que está fazendo. Isso ajuda a não ser mordido. Acreditem! 

Quando eu trabalhei na Escola Marca Viva, Unidade Jacarepaguá, o que me ajudava a não ser mordida na hora da escovação era uma boa conversa e vários sorrisos. E, após, lavar a escova, enxugá-la e “convidar” a criança a guardar tudo na “ necessaire”colocávamos todos para dormir, o que acalmava os resistentes a escovação. Uma forma de ganhar a confiança das crianças nessa hora é familiarizá-la quanto ao uso de escova e toalha de mão individual.

A Escola Marca Viva realizava palestras com os pais, levando odontopediatras para melhor orientá-los também e ajudar as educadoras a conseguirem progressos nesta hora de higiene. Sensibilizar a família quanto à importância da higiene bucal desde os primeiros anos de vida é fundamental e é isso que esta postagem deseja orientar.

Aos educadores que lidam com crianças maiores como meu filho de sete anos, deixo a indicação do filme: "Dr. Dentuço: A lenda do reino dos dentes", que é muito proveitoso e meu filho adora.



DICA IMPORTANTÍSSIMA:

Não utilize a escova de dente como material para atividades de pintura, pois a criança não consegue distinguir a função da mesma para atividades diferentes.

Acesse e obtenha mais informações nos link's abaixo:







Leituras importantes:

MARIA CLOTHILDE ROSSETTI FERREIRA (ORG) et. Os Fazeres na Educação Infantil /. 5 ed. – São Paulo: Cortez, 2002

JUDIT FALK (org). Educar os três primeiros anos: a experiência de Lóczy. Araraquara: JM editora, 2004

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário. Ele será publicado, após moderação. Lembre-se de que crianças acessam este espaço, então, comente com educação e respeito. Não deixe de nos visitar novamente. Divulgue os textos com os devidos créditos. Se houver alguma foto de sua autoria, nos informe pelo e-mail com link para averiguação. Muitas das fotos aqui expostas foram tiradas das imagens do Google. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge