Translate/Tradutor

11 de setembro de 2014

Pulseira de Elástico no Ambiente Escolar NÃO pode!


As pulseiras de elásticos coloridos que andam nos pulsos de quase todas as crianças brasileiras foram criadas nos EUA, pela Cra-Z-Art, uma empresa do grupo familiar Rose Art Industries, comprado e revendida pela Mattel.

As pulseiras são vendidas em todo o mundo. O grande questionamento no Brasil é a origem de algumas marcas que podem conter substâncias cancerígenas. O Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) pede que os brasileiros observem a marca.

Lembrem que o Inmetro afirma que todo produto lúdico que se destina ao uso por crianças de até 14 anos é considerado brinquedo e, por isso, para ser comercializado no Brasil, deve apresentar o Selo de Identificação da Conformidade do Inmetro.

O Inmetro reforçou a recomendação de não se comprar artigos infantis em lojas de comércio informal, uma vez que não há garantia da origem destes itens. 

O Jornal O Globo afirmou que "De acordo com a BBC, uma loja britânica foi forçada a recolher as pulseiras de suas prateleiras depois da divulgação dos testes que revelaram que os produtos poderiam conter um alto teor de ftalatos (bem além do permitido). Ainda de acordo com a reportagem, as embalagens apresentavam o selo que indica que o produto respeita as normas de segurança da União Europeia."

No entanto, enquanto nós, mães, devemos nos preocupar com a qualidade do "Brinquedo". Parece que temos que nos preocupar com proibições de uso por parte de direção de escola também.

Essa semana, meu filho foi proibido de levar suas pulseiras de elástico no braço para escola. A determinação da Diretora é que não usassem na instituição, porque seria confiscado e ela não devolveria nem mesmo ao responsável.

Nada contra! Desde que haja um motivo para a proibição. Pesquisando a respeito. Não encontrei nada que determinasse que as pulseiras coloridas e de elástico demonstrassem insinuação sexual ou violenta... Fatores que dariam motivo a tal proibição. No entanto, como a Escola Pública caminha a passos largos para uma falência de gestão... Penso que a proibição é no mínimo, inusitada para não dizer: falta do que fazer!

Será que estou errada?

Afinal, de acordo com o regimento, fica proibido dentro do ambiente escolar:

- Usar boné ou chapéu, viseiras, etc...;

- Adereços que expressem insinuações sexuais ou de violência;

- Sair da escola durante o período de aulas, sem autorização ou solicitação do responsável;

- Comportamento agressivo de forma física, verbal ou eletrônica a aluno, professor, funcionário da unidade ou demais representantes;

- Usar celular ou aparelhos eletrônicos portáteis.

Me pergunto em qual parte a proibição das pulseiras seria inserida.

Fonte da reportagem: O Globo
Foto: Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário. Ele será publicado, após moderação. Lembre-se de que crianças acessam este espaço, então, comente com educação e respeito. Não deixe de nos visitar novamente. Divulgue os textos com os devidos créditos. Se houver alguma foto de sua autoria, nos informe pelo e-mail com link para averiguação. Muitas das fotos aqui expostas foram tiradas das imagens do Google. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge