Translate/Tradutor

26 de julho de 2016

Crianças de 4 aos 13 anos aprendendo a ser ateu.



Cremos que 2014 foi o ano das revoluções religiosas e de sua invasão nas escolas públicas americanas. Lemos a reportagem na época que falava que alunos do ensino primário na Irlanda, pela primeira vez, iriam aprender os princípios básicos do ateísmo como parte do currículo.

Na época não pareceu tão importante, afinal, os desenhos demonstram isso a cada episódio, as lorotas contadas nas histórias parecem impor isso aos pequenos com muita magia e animação. Segundo a revista Time, seriam cerca de 16 mil alunos a ouvir sobre os sistemas de crenças seculares só em 2014. O novo currículo que implantaram fala sobre humanismo e agnosticismo, é um projeto da ONG ateísta Educar Juntos. Fundada a sete anos, seu site afirma que são um grupo dedicada a “promover o ateísmo, a razão, a ética e um Estado laico”.

As primeiras versões do material contemplam o ensino de crianças dos 4 até os 13 anos. São dez lições, uma por aula, entre 30 e 40 minutos de duração. Além disso, haverá aplicativos para smartphones e atividades interativas no seu site. Se você acessar seus aplicativos disponíveis encontrará não só esses como muitos outros de diversas seitas. O povo não está brincando e parece ter aberto os olhos para os pequeninos.

Embora em muitos países seja proibido o ensino religioso nas escolas públicas, esta foi a primeira vez que ocorreram aulas sobre ateísmo de maneira programática. Contudo, é crescente o número de instituições de ensino superior na Europa e nos EUA que oferecem aulas sobre o pensamento ateísta.

Por sua vez, na Irlanda, que ainda é oficialmente católica, em 2014 foi publicada uma pesquisa sobre as prioridades dos cidadãos. Das 119 opções apresentadas, religião e espiritualidade ficaram nos últimos lugares.

Por mais que pareça só um jogo de religiosos, a verdade é que a maioria das religiões e seitas querem aprofundar seus estudos com crianças. É preciso saber orientar nossos filhos, porque muitos estarão sem nós nestes momentos e precisam saber discernir sobre o que creem e o que querem que eles creiam. 

Pais! Fiquem atentos!

Fonte: Informações da Revista Time em 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário. Ele será publicado, após moderação. Lembre-se de que crianças acessam este espaço, então, comente com educação e respeito. Não deixe de nos visitar novamente. Divulgue os textos com os devidos créditos. Se houver alguma foto de sua autoria, nos informe pelo e-mail com link para averiguação. Muitas das fotos aqui expostas foram tiradas das imagens do Google. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google+ Badge